segunda-feira, 17 de março de 2014

Como funciona um motor Stirling Beta?


Motor Stirling Beta 

O motor Stirling Beta é constituído por um único cilindro, de dois pistões em linha, onde o pistão interno faz o deslocamento do fluído de trabalho "ar ou gás" entre as duas câmaras "quente e fria".

O segundo pistão, conhecido como pistão de trabalho, mantém suspenso o pistão deslocador, visivelmente aparente e responsável pelo trabalho do motor. Além de auxiliar no confinamento do fluído de trabalho no interior do motor.

Manual do motor Stirling Beta What is a Beta Stirling engine


Veja uma animação de um motor Stiling Beta simples:




Outro motor Stirling de configuração Beta com transmissão rômbica, também conhecido como "Stirling Beta Robótic", possui um diferencial no mecanismo aliado ao virabrequim. Este mecanismo reduz atrito do pistão de trabalho sobre o cilindro e da haste do pistão deslocador sobre o pistão de trabalho. Porque não ocorre a inclinação lateral da biela, como em um virabrequim convencional.

Veja um vídeo da parte interna de um motor Stirling Beta Robotico:



Este outro vídeo, mostra uma forma simplificada de um motor confeccionado com materiais recicláveis, para fins didáticos:



Qualquer dúvida ou sugestão de melhorias, entrem em contato!
Leandro Wagner.

16 comentários:

  1. Olá Leandro estou fazendo um projeto de mecânica o motor que eu reparei foi um tipo gama já está funcionando o Q eu tenho dificuldade é com o relatório não sei por onde começar será Q vc pode me ajudar? Parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com pouco tempo para te auxiliar, mas esse relatório não seria uma explicação de toda a construção de seu motor e mais as dificuldades que enfrentou?
      Leandro Wagner.

      Excluir
    2. Olá Leandro, tem algum tempo que estou obstinado por desenvolver um ou mais projetos de energia renovável, tenho muitas idéias e pouco tempo para colocar em prática.
      Acredito possamos fazer uma boa parceria. Me manda um email edvar_silva@terra.com.br

      Excluir
  2. Boa noite Leandro.
    Primeiramente quero parabeniza lo pelo blog e seu trabalho, excelente.
    Estou cursando engenharia mecânica e para um trabalho da faculdade preciso construir um motor stirling tipo Beta, você tem algum material sobre esse motor além desse disponível aqui no blog?
    Grato pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Maico!
      Muito obrigado, fico feliz que tenha gostado.
      Eu não tenho feito nenhum motor Beta, mas existe uns vídeos de gringos, com uma leve referência, vou colocar uns links e depois procure mais informação no canal:
      https://www.youtube.com/watch?v=atd5IiD_auk
      https://www.youtube.com/watch?v=lvvyjJ8wz3Y&t=24s
      https://www.youtube.com/watch?v=6xvbfYxLGxM
      Leandro Wagner.

      Excluir
  3. Boa noite Leandro Wagner,sou acadêmico de engenharia mecânica e estou realizando um trabalho sobre motor stirling tipo Beta e gostaria de saber se existe uma relação do dimensionamento do motor em função da quantidade de calor disponível. ex: para 10kW de calor utiliza-se um motor tipo beta de x mm de diametro do pistao.
    Obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, o mais importante para qualquer que seja a proporção de dimensão do motor, não pode ter atrito, isso é o sucesso de um bom motor.
      Obviamente para maiores potência, maior diâmetro e curso, terá maior potência, mas não terá grandes sucesso, se não fizer um bom trocador de calor, um ótimo regenerador, nada de atrito e pressurizar o motor. Mesmo assim se conseguir fazer um motor de 1KW, será um cara bem sucedido, é para poucos, devido seus pontos críticos que mencionei.
      Leandro Wagner.

      Excluir
  4. Olá Leandro,
    Gostaria de parabeniza-lo pelo ótimo trabalho, o seu blog é sensacional.
    Estou fazendo um motor stirling tipo Beta e depois de várias versões, consegui fazer com que o motor quase não tenha atrito na parte do virabrequim, agora estou com um problema que acredito ser na bexiga. Pela sua experiencia, você sabe me informa se o tamanho da bexiga faz diferença?
    Porque a que eu usei é daquelas pequenas(tamanho 6) e no meu motor parece que ela é pequena e não estica o suficiente para subir o virabrequim e faze-lo girar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fabiane,
      Muito obrigado, fico feliz que tenha gostado.
      A bexiga faz um pouco de diferença, o recomendado, seria uma bexiga de número 9 ou 10, assim ela não fica esticada demais e não estraga prematuramente.
      Você teve cuidado para que o pistão deslocador em lã de aço fica-se bem transparente??
      O que usou como fonte de calor??
      Leandro Wagner.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Olá Leandro,

      Obrigado por me responder.
      Gostaria de saber porque o pistão tem que ser transparente. No vídeo que segui ele era mais espesso.
      A fonte de calor que usei foi uma vela branca, dessas que todo mundo tem em casa.

      Excluir
    5. Olá Fabiane,

      O pistão de lã de aço precisa ser meio transparente, para que o ar tenha um livre fluxo por dentro do pistão. Quando eu fiz um motor com a lã compactada, o motor não funcionou.

      Se o seu pistão transparente como deste vídeo, não é o seu problema:
      https://www.youtube.com/watch?v=gVU6uqn0cII

      Olha, uma única vela pode ser pouco calor, caso o motor não esteja construído como deveria, eu me refiro boa vedação e baixo atrito.

      Como você testou a vedação?? O que usou para fazer o furo na tampa da garrafa Pet por onde passa a linha de pesca???

      Leandro Wagner.

      Excluir
  5. Na verdade o único teste realizado foi quando empurrávamos a bexiga para baixo e escutávamos um barulho de ar saindo bem fraco. Creio que isso deve ter atrapalhado. O que você acha? Usamos um prego fino esquentado para fazer o furo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, esse é o seu primeiro problema, muita fuga de ar. O furo deveria ser feito com um alfinete, se não tiver uma broca adequada, por este motivo não funciona com uma única vela, a pressão escapa pelo furo.

      Seria ideal se usa-se uma balão número 9, é possível fazer um ajuste adequado, nem muito esticado ou solto.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  6. Olá Leandro boa tarde, seria possível deixar esse motor em funcionamento por mais de 120 segundos?

    ResponderExcluir