quarta-feira, 29 de maio de 2013

Dicas para construir um motor stirling Alfa


Aviso! Esta página continua em constantes atualizações!

Descrição básica do funcionamento do motor Alfa:

O motor Stirling Alfa possui um funcionamento diferenciado em relação ao demais motores Stirling. O cilindro quente produz força e o cilindro frio é responsável pela compressão e descompressão.

(fig. 1) Assista este motor em funcionamento>>>

Cuidados importantes:

Basicamente para que o motor funcione, não podes ter "nada" de fuga de ar e "nada" de atrito.
Para testar se o motor vai funcionar, deves fazer o seguinte teste:
-> Gire meia volta o eixo do motor e segure por 10 segundo, ao soltar o eixo, os pistões devem retornar para a mesma posição, antes de iniciar este teste;
-> quando tentar girar o eixo do motor, o eixo deve ficar naquele vai e vem antes de parar de rodar completamente;
-> quando estiver montando o motor, deves verificar se não tens atrito do pistão no cilindro. O quando girar com a mão o pistão dentro do cilindro, ele deve permanecer girando por um bom tempo, antes de parar por completamente. Caso não tenha esse resultado, tens muito atrito e podes não funcionar;
-> como lubrificante eu uso silicone de painel automotivo sobre o pistão e depois faço um polimento com um pano, para retirar o excesso de silicone;
-> cada pistão tem um curso total de 30mm;
-> Deverão cuidar para que as bielas não estejam instaladas tortas, evitando que tenha atrito lateral do pistões sobre o cilindro;
No motor Stirling Alfa, o pistão quente produz a força e o pistão frio faz a compressão e descompressão.

Ver lista e vídeos com dicas>>>




Lista dos materiais para o motor Stirling Alfa:

-2 seringas de vidro de 10 ml;
-1 tubo de ensaio, com 17 mm de diâmetro interno e 19,5 mm de diâmetro externo;
-3 carcaças de motores de gravadora de DVD;
-1 carcaça de motor de secador de cabelo;
-1 um bastão com rosca sem fim, como suporte, com 10 polcas;
-1 pequeno tubo de cobre, ligação aos dois cilindros;
-1 pequeno pedaço de cano de plástico ou silicone, para interligar os cilindros;
-6 conectores de fio de luz "6 mm";
-1 raio de bicicleta de 2,5 mm "hastes da biela", depois cortados ao meio;
-2 raios "2,5 mm" de bicicletas para colar no pistão;
-2 discos rígidos de computador, para as bielas e o suporte do virabrequim;
-2 cabeçotes de vídeo cassete, para virabrequim;
-1 arruela grossa, para contrapeso;
-1 um disco de corte, volante;
-1 plataforma com base para o motor;

Alguns parafusos, metais, para a confecção do motor, cola de silicone de alta temperatura, cola durepoxi, solda de estanho e algumas coisas você deve improvisar de sua maneira, com materiais que tem a sua disposição.


Segue em anexo, algumas fotos do motor:


Na (fig. 1), estão expostos duas seringas de vidro de 10 ml e seus respectivos êmbolos de vidro, todos recortados, além de um tubo de ensaio com 17 mm de diâmetro interno e 55 mm de comprimento.

Manual do motor Stirling, seringas de vidro de 10 ml
Fig. 1


Na (fig. 2) está uma mini retifica, acoplada um pequeno disco flexível diamantado, usada para cortar as seringas de vidro e o tubo de ensaio, onde o processo de corte pode ser acompanhado neste vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=Xv53WSpnYz8

Manual do motor Stirling, mini retífica (Dremel)
Fig. 2


Na (fig. 3), está o tubo de ensaio inserido em uma carcaça de motor de aparelho de DVD e uma segunda carcaça de um motor de secador de cabelo, visto no canto direito da imagem abaixo.

Manual do motor Stirling, carcaças de motor elétrico
Fig. 3


Na (fig. 4), uma imagem visto de um outro ângulo.

Manual do motor Stirling, carcaças de motor elétrico
Fig. 4


Um exemplo do pistão de vidro inserido dentro do tubo de ensaio.

Manual do motor Stirling, pistão de vidro, inserido no tubo de ensaio
Fig. 5


Um HD de computador desmontado, na qual é retirado o leitor do disco rígido.

Manual do motor Stirling, HD de computador, para montagem biela do motor
Fig. 6


Este leitor do disco rígido, possui dois pequenos rolamentos.

Manual do motor Stirling, leitor de HD rolametanda, para montagem biela do motor
Fig. 7


Na Fig. 8, o pistão foi envolvido com 3 volta de folha de jornal, localizado entre o pistão e o tubo de ensaio. Obtendo-se um perfeito alinhamento na montagem dos dois elementos, em caso de necessidade na remoção ou desmontagem do cilindro, não será necessário repetir todo esse processo, devido o perfeito ajuste na construção do mesmo.

Essa metade do cilindro não possui contato com pistão, existente uma folga de 0,12 mm, reduzindo parcialmente o atrito.

Manual do motor Stirling, pistão frio com uma folga de 0,12 mm entre o cilindro e o pistão
Fig. 8


Na (fig. 9), é possível verificar a união do tubo de ensaio com a seringa de vidro, que são unidos por duas caraças de motores de DVD e respectivamente soldado em volta, 3 base de metal com parafusos, para facilitar a desmontagem, sem a necessidade de novas regulagens.

Manual do motor Stirling, união removível do tubo de ensaio com a seringa de vidro
Fig. 9




Manual do motor Stirling, borracha de vedação, feita com silicone de alta temperatura
Fig. 10




Manual do motor Stirling, cilindro frio do motor Alfa
Fig. 11




Manual do motor Stirling, imagem do motor Stirling Alfa
Fig. 12




Manual do motor Stirling, imagem do motor Stirling Alfa
Fig. 13





Manual do motor Stirling, imagem do motor Stirling Alfa
Fig. 14





Manual do motor Stirling, imagem do motor Stirling Alfa
Fig. 15




Manual do motor Stirling, cabeçote de aparelho de vídeo cassete
Fig. 16




Manual do motor Stirling, cabeçote de aparelho de vídeo cassete desmontado
Fig. 17




Manual do motor Stirling, cabeçote de aparelho de vídeo cassete desmontado
Fig. 18





Confira a lista de materiais de outros modelos de motores Stirling:


Manual do motor Stirling, gama, caseiro 700 rpm


Confira a lista de materiais de um motor Stirling "Gama" feito em latas de spray!











Manual do motor Stirling, gama, latinha e caseiro 780 rpm


Confira a lista de materiais de um motor Stirling "Gama" feito em latas de cerveja!









Manual do motor Stirling, Alfa, simples e 1000 rpm


Confira a lista de materiais de um motor Stirling "Alfa" simples, feito com seringas de vidro!








Qualquer dúvida ou sugestões de melhorias, entrem em contato!
Leandro Wagner.

19 comentários:

  1. OLA!!!
    Valeu!! o PROJETO ficou muito bom.
    Mais por gentileza me tira uma duvida, quando o pistão de movimento vai para a posição externa do tubo, o curso final é limitado paralelo ao cano ou ultrapassa o cano de entrada de ar frio? Agradeço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá José, muito obrigado pelo elogio.

      Quando o pistão quente chega ao final do curso, ele também chega ao final do tubo de ensaio e no inicio da seringa de vidro. Já o tubo de cobre é ligado na lacuna de 4 mm entre o término do tubo de ensaio com o inicio da seringa.

      Não se esqueça que o diâmetro interno do tubo de ensaio é 17 mm e o diâmetro do pistão é 14,5 mm, sendo assim, existe essa folga entre o tubo de ensaio e o pistão, porém sem folga entre o pistão e a seringa (cilindro).

      Qualquer dúvida, pergunte!
      Leandro Wagner.

      Excluir
  2. Seus projetos são otimos, vou fazer alguns deles. Voce ve algum problema se as seringas forem de 20 cc? Onde voce usa o tubo de ensaio? No video que eu vi, voce nao corta as seringas... onde se aplica isto?

    rodolfo.koeppel@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodolfo, não vejo problema caso use seringas de 20 ml. Porém é obrigatório no projeto ter o tubo de ensaio, se tentar fazer um motor como o meu outro onde inseri o calor direto nas seringas não irá funcionar muito e não recomendo.

      O primeiro vídeo desta página "Motor Stirling Alfa feito com seringas de vidro" demonstro quase toda a montagem.

      - O comprimento do tubo de ensaio após o corte é de 50mm = 5cm, com diâmetro interno de 17,5mm = 1,75cm.

      - O comprimento da seringa de vidro após o corte, para cilindro quente, é de 60mm = 6cm e o diâmetro interno do cilindro é de 14,5mm = 1,45cm.

      - O curso total que cada pistão percorre nos cilindros, ambos são de 30mm = 3cm.

      - O comprimento da base é 310mm = 31cm e a largura da base não é crítica.

      - A distância dos furos do suporte das seringas, até o centro do eixo virabrequim, é de 230mm = 23cm e a distância entre os dois furos é de 70mm = 7cm (distância do centro de cada seringa).

      Veja as instruções no 3º vídeo dessa página "Algumas instruções e medidas do motor Stirling".

      Já o 5º vídeo dessa página, você verá como cortar a seringa do cilindro quente "Como cortar seringa de vidro para fazer um motor Stirling".

      Também deves cortar a ponta de maior diâmetro de cada êmbolo.

      Qualquer outra dúvida, pode perguntar.

      Também lhe desejo um Feliz Ano Novo e com muita saúde.
      Leandro Wagner.

      Excluir
  3. As we are trying to do the same model (alfa) as a project...we are unable to recognize some parts...so I kindly request you to to send separate images of all the parts required to build the stirling engine.Also send the ZOOM views of the same engine. The concept is superb..Wish u all the best for ur future planning of the stirling engine...Thanking you in advance..But dont forget to send the images...thankyou Email:shrikantghodake1608@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Olá. Achei bastante interessante seu motor stirling alfa. Gostaria de saber se você construiria esse modelo para vender. Estou interessado em usar um desses da forma que você usou para geração de energia. Existem motores desse tipo comerciais? Onde eu poderia encontrar para comprar? Se tiver informações a respeito e pudesse repassá-las por e-mail: andrecichocki@gmail.com. Obrigado e parabéns pelo projeto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André, fico feliz que tenha gostado do projeto.

      Desculpe, mas eu não fabrico para vender, devido a grande mão de obra envolvida na construção deste motor, sendo assim, o motor teria um custo muito maior que um industrializado.

      O meu motor funciona muito bem, porém ainda não foi projetado para deixar longos períodos ligados.

      Motores comerciais quase do porte deste meu motor, até existem para vender, porém não motores de grande porte.

      Vou te enviar um e-mail com os links dos motores sugeridos.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  5. Olá Leandro muito bom seus videos, cara preciso fazer um carro como a tração do motor stirling, é possível? tens algum projeto?
    abraços amigo, e continue nessa jornada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Allysson, tenho respondido sua pergunta pelo Facebook!

      Leandro Wagner.

      Excluir
  6. hola leandro , eu quero fazer o seu motor Stirling para o meu projeto escola final, em determinado caso pode me ajudar, eu começar a fazer.
    agradecimentos do México

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá David,

      Vou mensagens enviar em dois idiomas, se possível, você faça o mesmo, para que possamos nos entender perfeitamente.

      Posso te ajudar, qual seria sua dúvida?

      Leandro Wagner.

      Hola David,

      Voy a enviar mensajes en dos idiomas, si es posible, que haga lo mismo, para que podamos entender a la perfección.

      ¿Puedo ayudarte, ¿cuál es tu pregunta?

      Leandro Wagner.

      Excluir
  7. Leandro estou fazendo projeto de um motor com gerador para a feira de ciência e eu comprei 2 seringas de vidro de 20ml cada e além disso o cilindro das duas vieram riscadas oq eu fasso poderia me ajudar? Devo trocar por duas ceringas de 10 ml, tem algum jeito de eu tirar os riscos ? Por favor entre em contato o quanto antes giovani.cazao@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Giovani, te enviei a resposta por e-mail.
      Leandro Wagner.

      Excluir
  8. Ola Leandro, é possivel fazer o projeto com seringas de 5ml?
    Não estou achando em minha cidade a de 10ML.
    Meu email para resposta: williamcunhaa@hotmail.com

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá William, você comentou em fazer um motor com seringas de 5 ml, TALVEZ é possível, mas muda todas as medidas, não recomendo.

      No mercado livre tem a vontade.

      Se for fazer aquele modelo simples, obrigatoriamente precisa ser com ponta de metal.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  9. Prezado amigo Leandro Wagner, boa noite!

    Gostei de suas ideias e compartilhamento de suas informações, me foram bastante úteis para que eu tome uma decisão em montar o meu próprio protótipo.

    Gostaria de sanar uma dúvida minha:

    - Qual foi o maior motor (em termos de peso) para deslocamento do eixo principal para geração de energia que o motor já suportou e conseguiu girar o rotor?

    Ou seja, qual foi o gerador de maior potência que você já conseguiu colocar no motor Stirling para gerar energia o suficiente para cargar uma bateria?

    Obrigado pela leitura, fico no aguardo.

    Respeitosamente:

    Jorge L. Toledo
    toledo_fkx@ yahoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jorge, este motores Stirling não são muito forte, assim o mais forte gerador que pudia adaptar ao meu motor, foi este deste vídeo acima, um motor de ejetar a fita cassete de um aparelho antigo "Philco- Hitachi.

      Muito obrigado por ler o meu conteúdo, lamento não ter mais tempo para colocar coisas novas, essa crise do país, consome todo o meu tempo livre.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  10. Oi Leandro, boa tarde. Naosei se recorda de mim lá do google groups eu queria saber se vc conhece como é feito um pistao grafitado
    Desde já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renê, eu ando meio atordoado de compromissos e não me recordo de você, mas também não vem ao caso.

      Olha, como o material é fabricado eu não sei, mas o pistão é usinado mesmo em torno, de um tarugo grafitado.

      Ele parece um pó de grafite comprimido em uma prensa e caro.

      Leandro Wagner.

      Excluir